×

Explosões em Beirute deixaram ao menos 100 mortos

Segundo Aboud, estima-se que os danos materiais causados pelo incidente ultrapassem US$ 3 bilhões.

e2588f30 d66f 11ea ad63 beb17858f189 300x200 - Explosões em Beirute deixaram ao menos 100 mortos - o tempo jornalismo

Os desabrigados, segundo o governador Marwan Aboud, podem chegar a 300 mil.

A grande explosão que atingiu a região portuária de Beirute nesta terça-feira (4), deixou ao menos 100 mortos e 4 mil feridos, segundo a Cruz Vermelha. Equipes de resgate ainda buscam desaparecidos e enfrentam dificuldades para auxiliar todos que precisam de ajuda na capital libanesa.

A grande explosão que atingiu a região portuária de Beirute nesta terça-feira (4), deixou ao menos 100 mortos e 4 mil feridos, segundo a Cruz Vermelha. Equipes de resgate ainda buscam desaparecidos e enfrentam dificuldades para auxiliar todos que precisam de ajuda na capital libanesa.
Os desabrigados, segundo o governador Marwan Aboud, podem chegar a 300 mil. Ainda não se sabe a causa da detonação, que as autoridades afirmam ter começado em um armazém onde estavam armazenados 2.750 toneladas de nitrato de amônia, produto altamente tóxico usado na produção de fertilizantes e explosivos. As explosões foram ouvidas até na cidade costeira de Larnaca, em Chipre, a pouco mais de 200km da costa libanesa.
Até o momento, ainda há dois focos de incêndio no local e o governo libanês diz que, apesar da investigação ser corrente, não há indícios de que a explosão tenha relação com atividades terrroristas. Segundo Aboud, estima-se que os danos materiais causados pelo incidente ultrapassem US$ 3 bilhões. Sabe-se que um navio que fazia uma rota entre o porto de Batumi, na Geórgia, e Biera, em Moçambique, carregando a mesma quantidade do material teve sua carga confiscada pelas autoridades libanesas no fim de 2013. A firma de advocacia responsável pelo caso disse que o nitrato de amônia teria sido descarregado no porto libanês. onde estavam armazenados 2.750 toneladas de nitrato de amônia, produto altamente tóxico usado na produção de fertilizantes e explosivos.
As explosões foram ouvidas até na cidade costeira de Larnaca, em Chipre, a pouco mais de 200km da costa libanesa. Até o momento, ainda há dois focos de incêndio no local e o governo libanês diz que, apesar da investigação ser corrente, não há indícios de que a explosão tenha relação com atividades terroristas. Segundo Aboud, estima-se que os danos materiais causados pelo incidente ultrapassem US$ 3 bilhões.
Sabe-se que um navio que fazia uma rota entre o porto de Batumi, na Geórgia, e Biera, em Moçambique, carregando a mesma quantidade do material teve sua carga confiscada pelas autoridades libanesas no fim de 2013. A firma de advocacia responsável pelo caso disse que o nitrato de amônia teria sido descarregado no porto libanês.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

banner whats 300x95 - Explosões em Beirute deixaram ao menos 100 mortos - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas