×

Mulher natural de Camacã e morava em Itabuna morre atropelada

Nadilene Araújo, era natural do distrito de São João do Panelinha e, a comunidade lamenta a perda.

ssaal 300x129 - Mulher natural de Camacã e morava em Itabuna morre atropelada - o tempo jornalismo

O motorista, inclusive, prestou socorro à vítima, que foi socorrida para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, mas acabou vindo à óbito.

Um trágico caso de atropelamento que resultou em morte comoveu populares de Itabuna na manhã desta sexta-feira (05). A situação aconteceu na BR-415, nas imediações do Condomínio São José, no bairro Ferradas, onde a vítima morava. Nadilene Araújo Leite tinha 71 anos de idade e sofria de problemas de visão. Os relatos são de que ela atravessava a rodovia quando foi atingida por um veículo, que não estava em alta velocidade.

O motorista, inclusive, prestou socorro à vítima, que foi socorrida para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, mas acabou vindo à óbito, por volta das 09h30. O corpo de Nadilene foi levado para a sede do Departamento de Polícia Técnica, no Complexo Policial de Itabuna, onde familiares estiveram para aguardar a liberação para sepultamento da ente querida.

Ela era natural de São João do Panelinha, distrito de Camacan. A equipe do Verdinho Itabuna expressa profundos sentimentos de pesar aos familiares e amigos de Nadilene.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

banner whats 300x95 - Mulher natural de Camacã e morava em Itabuna morre atropelada - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas