×

Estudantes cobram ações de líderes mundiais em novo dia de protesto pelo clima

A greve culminará em Nova York quando Thunberg, que foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz por seu ativismo ambiental, vai liderar um comício na sede das Nações Unidas.

2019 07 27t192413z 1751120440 rc175efd4740 rtrmadp 3 russia politics protests e1568983735653 300x215 - Estudantes cobram ações de líderes mundiais em novo dia de protesto pelo clima - o tempo jornalismo

“Eu gostaria de vê-los em seus Parlamentos fazendo seus trabalhos ao menos uma vez”.

Milhares de estudantes estão tomando as ruas de cidades da Ásia e da Europa, nesta sexta-feira, em uma greve global que pede aos líderes mundiais reunidos na cúpula climática da Organização das Nações Unidas (ONU) para adotarem medidas urgentes com intuito de prevenir catástrofes ambientais. Os protestos tiveram início nas ilhas do Pacífico —algumas das nações mais ameaçadas pela elevação do nível do mar— e na Austrália, onde publicações nas redes sociais mostravam grandes manifestações pelo país.

Inspirados pela ativista sueca de 16 anos Greta Thunberg, manifestantes de cerca de 150 países, incluindo o Brasil, devem cobrar dos governos que tomem medidas imediatas para limitar os efeitos das mudanças climáticas, acentuadas pelo homem. A greve culminará em Nova York quando Thunberg, que foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz por seu ativismo ambiental, vai liderar um comício na sede das Nações Unidas. Thunberg tuitou sobre a “grande multidão” em Sydney, dizendo que os australianos estabeleceriam o padrão para as manifestações ao redor da Ásia, da Europa e da África.

Sanielle Porepilliasana, estudante de Ensino Médio de Sydney, tinha uma mensagem clara e direta para políticos como o ministro das Finanças da Austrália, Mathias Cormann, que disse ao parlamento na quinta-feira que os estudantes deveriam ficar na sala de aula. “Líderes mundiais de todos os lugares estão dizendo a nós que estudantes precisam estar na escola estudando”, disse ela. “Eu gostaria de vê-los em seus Parlamentos fazendo seus trabalhos ao menos uma vez”. (Reuters)

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

banner whats 300x95 - Estudantes cobram ações de líderes mundiais em novo dia de protesto pelo clima - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas