×

Clubes italianos decidem reduzir salários, mas sindicato desaprova ação

Entretanto, de acordo com a agência de notícias AFP, essa medida ainda não teria sido aprovada pelos jogadores e o Sindicato dos Jogadores Profissionais não concorda a decisão dos clubes.

IMAGEM NOTICIA 5 10 300x221 - Clubes italianos decidem reduzir salários, mas sindicato desaprova ação - o tempo jornalismoNesta segunda-feira (6), os clubes que integram a Série A do Campeonato Italiano entraram em acordo para reduzir os salários dos jogadores para diminuir os impactos financeiros em meio a crise provocada pela pandemia.

A reunião entre as equipes aconteceu por videoconferência e a decisão integra todos os clubes na elite da competição nacional, exceto a Juventus, que já havia acordado a redução de pagamento com seus atletas. Foi definido no encontro que os salários serão reduzidos em um terço, caso o torneio seja retomado. Se houver a necessidade de recomeçá-lo, o corte seria de apenas um sexto do valor.

Entretanto, de acordo com a agência de notícias AFP, essa medida ainda não teria sido aprovada pelos jogadores e o Sindicato dos Jogadores Profissionais não concorda a decisão dos clubes.

“A vontade apenas dissimulada de responsabilizar os jogadores por eventuais danos econômicos causados por uma situação de crise leva à reflexão sobre a credibilidade daqueles que devem apoiar o mundo do futebol nesses tempos difíceis”, comunicou o sindicato criticando a ação.

Os jogos do Campeonato Italiano estão parados desde o dia 9 de março e ainda não há confirmação de retorno ou encerramento dos jogos.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

Brasileirão Série A

banner whats 300x95 - Clubes italianos decidem reduzir salários, mas sindicato desaprova ação - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas