×

Petrobras aumenta 12 vezes em 20 dias o preço dos combustíveis

A população está sofrendo com a perda de empregos, renda, e ainda tem que pagar por todos esses reajustes de combustíveis.

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) determinou também mais um aumento no preço médio ponderado ao consumidor fina.

A Petrobras realizou novo reajuste no preço de combustíveis nesta quinta-feira (17). Já são Já são 12 aumentos em menos de vinte dias. A gasolina subiu 12,9% e o diesel, 11,6%, segundo informações do site da Petrobras. “Essa política perversa tem agravado a crise econômica e prejudicado a população e os empresários. Muitos postos estão perdendo fôlego financeiro e com dificuldade de sobreviver.

A população está sofrendo com a perda de empregos, renda, e ainda tem que pagar por todos esses reajustes de combustíveis que refletem também na indústria e nos preços de outros produtos, como alimentos. A economia está inviável”, declara o presidente do Sindicombustíveis Bahia, Walter Tannus Freitas. Além da nova política de preços da Petrobras, tem ainda a elevada carga tributária que corresponde a 50% dos custos dos combustíveis.
O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) determinou também mais um aumento no preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF) do óleo diese. E a partir de hoje, o produto tem novo aumento de ICMS, passando de R$ 3,3500 para R$ 3,4500. Para discutir sobre a situação do mercado de combustíveis na Bahia e no Brasil e explicar como funciona a estrutura da formação de preço, seus agentes e responsabilidades, o Sindicombustíveis Bahia prepara um painel, dia 24, às 14h, na Casa do Comércio. O evento vai reunir representantes da Sefaz/BA, da Associação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Lubrificantes, Logística e Conveniência (Plural), do MP-BA, da ANP, do Ibametro, da OAB Bahia, do Procon, do Legislativo estadual e municipal, de entidades empresariais e imprensa. *As informações são do Bahia Notícias

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

  • últimas notícias
  • mais lidas