×

Netflix terá de enfrentar novos rivais no cobiçado mercado de streaming

“A indústria realmente vai mudar”, disse Alan Wolk, cofundador da consultoria TVREV, que abrange o setor.

cena 1 625x460 e1552984866436 300x221 - Netflix terá de enfrentar novos rivais no cobiçado mercado de streaming - o tempo jornalismo

O grupo Disney já tinha anunciado que lançará seu novo serviço Disney+ este ano, bem como a WarnerMedia, nova divisão de mídia e entretenimento da AT&T.

Alguns dos grandes nomes da indústria do entretenimento e da tecnologia estão se preparando para mergulhar no serviço de vídeos sob demanda neste ano, o que poderia representar um grande desafio ao maior nome do setor de streaming, Netflix. Espera-se que a Apple anuncie seus planos em 25 de março, incluindo um orçamento de 1 bilhão de dólares e a participação de estrelas como a atriz Jennifer Aniston e o diretor J.J. Abrams.

O grupo Disney já tinha anunciado que lançará seu novo serviço Disney+ este ano, bem como a WarnerMedia, nova divisão de mídia e entretenimento da AT&T. Os recém-chegados podem representar um grande desafio para a Netflix, que conta com cerca de 140 milhões de assinantes pagos em 190 países, e para outras plataformas como Amazon e Hulu. “A indústria realmente vai mudar”, disse Alan Wolk, cofundador da consultoria TVREV, que abrange o setor.

Wolk antecipou que vê sete ou oito plataformas de streaming coexistindo, o que levará a uma “enorme concorrência pelos novos programas e pelos programas sucedidos”. Os novos rivais chegam a um setor transformado pelo crescimento impressionante da Netflix e por um aumento da preferência dos consumidores pela televisão sob demanda transmitida em plataformas digitais.

Apenas nos Estados Unidos estima-se que 6 milhões de consumidores deixaram de assinar a TV a cabo desde 2012, enquanto os serviços sob demanda cresceram, segundo o Leichtman Research. Mas, bem como a Netflix destabilizou a televisão tradicional, seus concorrente pretendem abalar a Netflix. (Estadão)

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.
banner whats 300x95 - Netflix terá de enfrentar novos rivais no cobiçado mercado de streaming - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas