×

Homicídio em Comandatuba; itabunense foi executado

A esposa de Crispim se abaixou quando ouviu os tiros e depois viu o ex-motorista da pousada entrar no veículo onde estava.

O dono da Pousada Real em Comandatuba e de uma cabana na praia de Itapororoca, Crispim Gomes de Brito, 50 anos, conhecido como Nôca, foi encontrado morto na manhã desta segunda feira (4). Pelas informações preliminares, Crispim, morto a tiros, era morador de Itabuna, irmão de Caboquinho da Serbri e, o assassino, foi seu ex-motorista Osvaldo (Pescoço de Frango).

O empresário e a esposa retornavam da cabana quando, este desceu do carro para abrir uma cancela, no meio da estrada entre Comandatuba e Itapororoca, município de Una. Foi neste momento que apareceu o criminoso que atirou à queima roupa.

A esposa de Crispim se abaixou quando ouviu os tiros e depois viu o ex-motorista da pousada entrar no veículo onde estava.

Este é o homem que está sendo procurado.

De acordo com seu relato, o funcionário a mandou ficar calada, ligou o carro, seguiu pela estrada e a largou a alguns metros do estabelecimento. A delegada Andrea Oliveira, de Ilhéus, investiga o caso. (Rede Brasil de Notícias)

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.