×

Empregado submetido à revista íntima receberá indenização

Durante o procedimento, seu corpo e seus pertences eram averiguados por outros trabalhadores da área de segurança patrimonial.

No pedido de indenização, o reclamante disse que as revistas íntimas aconteciam todos os dias nos horários de entrada e saída do local de trabalho.

Um repositor do supermercado Mercantil Rodrigues Comercial Ltda., de Salvador, na Bahia, receberá indenização de R$ 10 mil por danos morais após ser submetido a uma rotina diária de revista íntima com exposição de parte do corpo e apalpação.

No pedido de indenização, o reclamante disse que as revistas íntimas aconteciam todos os dias nos horários de entrada e saída do local de trabalho, juntamente dos demais empregados do estabelecimento.
Durante o procedimento, seu corpo e seus pertences eram averiguados por outros trabalhadores da área de segurança patrimonial, que seriam orientados a procurar por possíveis objetos furtados da loja.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.