×

Justiça interroga acusada de matar marido e filhos envenenados em Ilhéus

Kelly foi presa naquele dia e teve o flagrante convertido em prisão por tempo indeterminado.

O juiz Gustavo Henrique Almeida Lyra, titular da Vara do Júri e Execuções Penais de Ilhéus, preside, nesta quinta-feira (7), às 8h30min, a audiência de instrução e interrogatório da ação penal respondida por Kelly Mendes Barreto, de 26 anos. Ela é acusada de matar o marido, Marcos Paulo Mendes Santos, 23, e os dois filhos do casal, Rosymary e Benjamym, de 1 e 4 anos, respectivamente. Vítimas de envenenamento, os três foram encontrados mortos na casa onde a família morava, na Avenida Princesa Isabel, em Ilhéus, no dia 18 de junho de 2023.

Kelly foi presa naquele dia e teve o flagrante convertido em prisão por tempo indeterminado. Elas está sob custódia no Conjunto Penal de Itabuna e vai ser interrogada por videoconferência. A mulher teria confessado, em depoimento à Polícia Civil, que colocou chumbinho na comida do marido e, por acidente, as duas crianças provaram da mesma refeição. Segundo essa versão, Kelly disse que era agredida e traída por Marcos.

Na semana em que o caso veio à tona, os pais de Kelly, Rosenildo e Sirleide Barreto, divulgaram vídeo em que pedem perdão à sociedade em nome da filha. Muito abatido, Rosenildo disse que sua família sofreu muito. “Nenhum pai quer perder nenhum filho, e nós perdemos três filhos com Marcos, que era como um filho para a gente”, disse o pai da jovem ré.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

  • últimas notícias
  • mais lidas