×

Sobrevivente de acidente aéreo se despede da Chape: ‘Não dependo da piedade de ninguém’

Momento difícil, mas primeiro para provar para mim que posso e que consegui. Infelizmente, para algumas pessoas, as coisas tomam uma outra proporção.

IMAGEM NOTICIA 5 2 5 300x221 - Sobrevivente de acidente aéreo se despede da Chape: 'Não dependo da piedade de ninguém' - o tempo jornalismo

E mostrar para o Brasil que muitos não enxergam e pensam que estou na Chapecoense por favor do clube.

Emprestado ao Goiás até o final do Brasileirão, o lateral-esquerdo Alan Ruschel se despediu da Chapecoense. O jogador foi um dos sobreviventes do acidente aéreo em novembro de 2016 que matou a delegação do clube catarinense na viagem à Colômbia para o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana daquele ano. Indicado pelo técnico do Esmeraldino, Ney Franco, ele fez um desabafo e declarou que vai usar o momento para “provar que não depende da piedade de ninguém”.

“Um desafio que tinha na minha vida era voltar a jogar em alto nível. Graças a Deus eu retomei isso, que era o mais importante. Agora é um novo desafio que eu busquei, acho que primeiro para provar para mim mesmo que não dependo da piedade de ninguém. E mostrar para o Brasil que muitos não enxergam e pensam que estou na Chapecoense por favor do clube. Acho que só quem está aqui sabe que não é. Me dediquei para voltar. Minha ida para o Goiás é para mostrar para Brasil que voltei a jogar em alto nível. Tanto que o treinador lá passou aqui e viu que eu posso ajudar”, discursou.

Revelado pelo Juventude, Alan Ruschel chegou à Chapecoense em 2013 e ajudou a equipe a conquistar o acesso à Série A do Brasileiro disputando seis partidas e marcando um gol. Depois, ele retornou à Arena Condá em 2016 emprestado pelo Inter. O lateral tem contrato com a Chape até o final de 2020.

“Difícil sair, fiz jogos importante pelo clube. Ajudei o clube a subir para a Série A do Brasileiro, tive participação na Sul-Americana, fui campeão, estive junto na tragédia aérea. Momento difícil, mas primeiro para provar para mim que posso e que consegui. Infelizmente, para algumas pessoas, as coisas tomam uma outra proporção. Minha ida para lá é para calar a boca de alguns que falam bobagem, falam coisas que não devem. Se algum momento incomodei alguém aqui, não foi por não trabalhar. Pelo contrário, saio de cabeça erguida por ter feito meu melhor aqui dentro”, lembrou.

Alan Ruschel voltou aos gramados nove meses após o desastre aéreo. Ele entrou a partida amistosa da Chapecoense com o Barcelona e emocionou o mundo no gramado do Camp Nou. Além de Ruschel, o zagueiro Neto e o goleiro Jackson Follmann também sobreviveram ao acidente.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

Brasileirão Série A

banner whats 300x95 - Sobrevivente de acidente aéreo se despede da Chape: 'Não dependo da piedade de ninguém' - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas