×

Filme sobre Mamonas Assassinas ganha primeiro trailer e estreia no dia 28 de dezembro

É difícil acreditar, mas foram apenas sete meses entre as primeiras apresentações deles, passando pelo sucesso estrondoso e por todas as aparições em programas de TV, e a tragédia que os tirou de cena.

E freia com delicadeza ao tratar do acidente aéreo que matou os músicos em 2 de março de 1996, menos de duas horas depois de se despedirem do público em Brasília, após um show.

“Atenção, Creuzebek”, está chegando a hora de conferir nos cinemas “Mamonas Assassinas — O filme”, a primeira cinebiografia do grupo que marcou os anos 90 no Brasil. A produção ganhou sua primeira exibição para o público no último dia 25 de novembro, em São Paulo, na Comic Con Experience (CCXP). A estreia oficial será no próximo dia 28 de dezembro, em mais de mil salas país afora, seguida pelo começo da turnê da banda Mamonas Assassinas — O Legado, da qual dois dos protagonistas do longa-metragem fazem parte. ‘Ao assistir ao filme, rodado pelo diretor Edson Spinello em Guarulhos, cidade da Grande São Paulo onde surgiu o grupo, a sensação que se tem é de que os cinco homenageados “baixaram’ nos protagonistas, que interpretam todas as músicas, inclusive nas gravações ao vivo”, descreve o colunista do Extra, Eduardo Graça. Como se estivesse a bordo da famosa Brasília amarela do grupo, o roteiro de Carlos Lombardi pisa no acelerador ao enfatizar na tela a alegria quase inocente dos Mamonas.

E freia com delicadeza ao tratar do acidente aéreo que matou os músicos em 2 de março de 1996, menos de duas horas depois de se despedirem do público em Brasília, após um show. O vocalista Dinho, então com 24 anos, o tecladista Julio Rasec, de 28, o baixista Samuel Reoli e o baterista Sérgio Reoli, irmãos de 22 e 26, respectivamente, e o guitarrista Bento Hinoto, de 25, estavam prestes a partir para o que seria a primeira turnê internacional da banda. É difícil acreditar, mas foram apenas sete meses entre as primeiras apresentações deles, passando pelo sucesso estrondoso e por todas as aparições em programas de TV, e a tragédia que os tirou de cena. Leia reportagem completa no Extra.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

  • últimas notícias
  • mais lidas