×

Camacanense está sendo procurado pela polícia por suspeita de pedófilia

Apesar das evidências apontarem para um suposto caso de pedofilia, a polícia camacanense ainda não tem informações sólidas sobre ocaso.

download 4 - Camacanense está sendo procurado pela polícia por suspeita de pedófilia - o tempo jornalismoUma confissão de pedofilia nas redes sociais, supostamente provocada por um homem camacanense identificado como Jovelino Antunes Brito Neto, 45 anos, acendeu o “alerta vermelho” e, colocou em alerta às autoridades policiais e o Conselho Tutelar, na manhã desta terça-feira (23), pois está sendo procurado por suspeita de estuprar uma menina de 11 anos, e ter enviado fotos sem roupas (nudes), para uma filha de 14 anos. Na conversa com um personagem criado por um grupo, ele de nega ter mantido relações sexuais com a filha, mas confessa ter enviado fotos de nudez para ela pelo aplicativo. Todas as conversas, foram publicadas no grupo identificado como Unknown Platform, especializado em denunciar abusos contra jovens e adolescentes.

A reportagem do Portal O Tempo Jornalismo, entrou em contato com a Delegacia Territorial de Camacan, mas o plantão informou apenas, que o Conselho Tutelar de Camacan, já registrou a Ocorrência, para que a Polícia Civil, Sob a titularidade do delegado Francesco Denis da Silva Santana, investigue o caso. Segundo ainda informações, o suspeito estaria em Eunápolis e a polícia do Extremo sul, já estaria em seu encalço.

O (Unknown Platform), simulou um personagem feminino de 11 anos, e deu início a um bate papo com o suspeito, onde ele declara seus desejos mais libidinosos, como se estivesse conversando com a criança, onde revelou sobre o estupro de uma vizinha, e às imagens indecentes que teria enviado pelo WhatsApp para sua, filha. Quando encontrado, o celular do suspeito certamente será periciado e, se for comprovada as acusações, ele responderá por  estupro de vulnerável, podendo pegar de 4 (quatro) a 8 (oito) anos, e multa para crime de internet, com um agravante: Art. 217-A. Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos: (Incluído pela Lei nº 12.015, de 2009), Pena – reclusão, de 8 (oito) a 15 (quinze) anos. A Polícia camacanense já está investigando o caso. Vale ressaltar que a personagem, foi criada, justamente para pegar os pedófilos, e neste caso, o suposto estuprador se abriu com ela, revelando sua conduta.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

banner whats 300x95 - Camacanense está sendo procurado pela polícia por suspeita de pedófilia - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas