×

Camacan: Valdir Veloso diz que Embasa estava cobrando R$ 7 mil por mês do Centro de abastecimento fechado

Valdir falou que a Empresa de Água e Saneamento de Camacan (Embasa), estava cobrando do município, R$ 7 mil por mês, do Centro de Abastecimento, que está fechado

300x169 - Camacan: Valdir Veloso diz que Embasa estava cobrando R$ 7 mil por mês do Centro de abastecimento fechado - o tempo jornalismo

Ele disse que seria bom, se a comunidade viesse ao poder legislativo, e pedisse as pastas de cada vereador, e ver como cada um tem se empenhado, mas nem sempre é atendido.

O vereador Valdir Veloso, utilizou a tribuna do legislativo municipal, para fazer uma série de reivindicações, em prol da comunidade camacanense. Ele solicitou do executivo, que se faça um trabalho de patrolamento na estrada de Jacareci, que está bastante estragada. Pediu ainda que o setor de iluminação, leve lâmpadas para os postes do distrito, pois existem lugares que estão em total escuridão. Ele reivindicou que o gestor, dê mais atenção às duas portelinhas, bairros da cidade, que precisam de cascalhamento, em locais muito críticos das duas  localidades. Defesa ao Colega: Na oportunidade ele defendeu o vereador Fernando de “Mestre Pedro”, representante da Cidade Alta, quanto á queda de um muro na localidade do edil, e disse que o vereador tem sido criticado, mas defendeu que o parlamentar tem feito vários pedidos á gestão municipal, mas não tem sido atendido. “Mas ele é quem tem levado a culpa por falta do serviço que ainda não aconteceu”, disse Valdir Veloso.

“Seria bom, se a comunidade viesse ao poder legislativo, e pedisse as pastas de cada vereador, e ver como cada um tem se empenhado, mas nem sempre é atendido”, destacou. O parlamentar Parabenizou a gestão pela reforma da cantina do Colégio Clésiston Andrade, e a proteção com tela contra as andorinhas que povoam a quadra poliesportiva do distrito de São João do Panelinha.

Embasa:

Ele finalizou dizendo que a Empresa de Água e Saneamento de Camacan (Embasa), estava cobrando do município, R$ 7 mil por mês, do Centro de Abastecimento, que está fechado há mais de seis meses, para reforma. Segundo ele, a empresa manda a conta para 46 box do local, a R$ 82,50 reais de cada unidade, com uma taxa de esgoto de 80%, que para ele, é um absurdo.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

banner whats 300x95 - Camacan: Valdir Veloso diz que Embasa estava cobrando R$ 7 mil por mês do Centro de abastecimento fechado - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas