×

Camacan: Serventes e merendeiras da educação cobram melhores condições de trabalho

Segundo o Tribunal Superior do Trabalho (TST), os serventes escolares, tem o direito a receber 40% a mais no salário por insalubridade.

WhatsApp Image 2020 03 19 at 11.52.42 AM 300x225 - Camacan: Serventes e merendeiras da educação cobram melhores condições de trabalho - o tempo jornalismo

Os vereadores deram total atenção a esta pauta e se comprometeram interceder junto às merendeiras e serventes. Imagens / O Tempo Jornalismo

Merendeiras e serventes da educação municipal, receberam apoio da diretoria da APLB Sindicato, em sessão realizada nesta terça-feira (17), no plenário da câmara de vereadores, e cobraram a insalubridade e mais dignidade para os trabalhadores da rede municipal da educação atuantes em escolas, creches, e outros setores da pasta.

Os profissionais pediram aos edis,  que intervenham junto ao poder executivo, objetivando resgatar seus direitos, e assim oferecer melhores condições para o labor diário, equipamentos adequados, acessórios de segurança e aparelhamentos para o exercício das funções, nas dependências da educação municipal, além de salários dignos.WhatsApp Image 2020 03 19 at 11.52.19 AM 300x225 - Camacan: Serventes e merendeiras da educação cobram melhores condições de trabalho - o tempo jornalismo

Na reunião, os vereadores, foram unânimes em apoio aos servidores, e se comprometeram lutar em prol da classe. De olho na qualidade de vida desses profissionais no ambiente de trabalho, o Tribunal Superior do Trabalho (TST), em 2012 estabeleceu que os serventes escolares, tem o direito a receber 40% a mais no salário por insalubridade.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

banner whats 300x95 - Camacan: Serventes e merendeiras da educação cobram melhores condições de trabalho - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas