×

Camacan: Fábio da Bios é favorável a regulamentação do transporte universitário

Ele disse que conhece de perto a necessidade de determinadas pessoas, e estar na universidade, não significa ser melhor ou pior do que seu próximo.

Ele frisou ainda que o projeto apresentado, não tira direitos dos universitários, ao contrário, garante dignidade para todos. Foto / O Tempo Jornalismo

O Vereador Fábio da Bios (PSB – Camacan), quer garantir um transporte seguro e de qualidade para os estudantes universitários, por isso, ele deixou claro em seu discurso na noite desta terça-feira (4), no plenário do Legislativo Municipal, sobre sua posição em ajudar aprovar o projeto e que os acadêmicos, contribuam com 3% de um salário mínimo, para garantir a continuidade do serviço do transporte escolar.

Ele disse que conhece de perto a necessidade de determinadas pessoas, e estar na universidade, não significa ser melhor ou pior do que seu próximo, mas ressaltou que  os estudantes devem ser mais unidos, devem se entender e se fortalecer, com o propósito do mesmo objetivo. “Eu voto com o parecer do vereador Valdir Veloso e a complementação da emenda apresentada pelo vereador Romeu da Ambulância. Ele destacou que quando estudava, também havia dificuldades inclusive para ele, mas conseguimos concluir, assim como outros universitários da época. “Em muitas oportunidades, o ônibus vivia mais quebrando do que funcionando, mas ninguém parou de estudar por isso,” garantiu.

Ele frisou ainda que o projeto apresentado, não tira direitos dos universitários, ao contrário, garante dignidade para todos. Vereador Fábio comentou também que os próprios universitários, devem participar mais das sessões plenárias, de seu interesse, porque sua mobilização é de grande importância”, finalizou reafirmando que é favorável à aprovação do projeto, porque beneficiará todos os acadêmicos”.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

  • últimas notícias
  • mais lidas