×

Camacan: Delegado Francesco Denis, indicia “médico da Fundação” por homicídio culposo no caso de jovem picada por cobra

Depois de ter recebido os primeiros socorros por ser picada por uma cobra a unidade deu alta e a jovem foi levada para casa.

fff - Camacan: Delegado Francesco Denis, indicia "médico da Fundação" por homicídio culposo no caso de jovem picada por cobra - o tempo jornalismo

Francesco Denis, disse ainda que a vitima foi periciada no DPT de Itabuna, e agora vai coletar os depoimentos de todas as pessoas envolvidas.

O Delegado Francesco Denis da Silva Santana, Titular da Delegacia Territorial de Camacan, acaba de instaurar inquérito por homicídio culposo, contra o médico da Fundação Hospitalar de Camacan, que apura inicialmente o caso da adolescente Pâmela Costa Gomes, 12 anos, picada por uma cobra. A autoridade policial, concedeu entrevista exclusiva ao Portal O Tempo Jornalismo, onde destacou que o crime se configura, e se agrava principalmente para o médico que atendeu a vítima, picada por uma “jararaca” no dia 22 de Julho, e depois de receber os primeiros socorros na Fundação Hospitalar, recebeu alta e foi liberada para se recuperar em casa.

Francesco Denis, disse ainda que a vitima foi periciada no DPT de Itabuna, e agora vai coletar os depoimentos de todas as pessoas envolvidas, o autor, assim como as testemunhas. Ele disse que o laudo médico é a principal prova, além do prontuário que também será solicitado ao Hospital. Sobre o médico o delegado disse: “Ele é perito em medicina, e não deveria ter negligenciado, quanto ao uso do procedimento obrigatório, em caso de mordidas de cobras, Tudo vai se basear nos depoimentos e nas provas que virão no Laudo de Necropsia.” finaliza o delegado.

O presidente da Fundação Hospitalar de Camacan, Mardson Silva, disse que a paciente Pâmela Costa Gomes, deu entrada na instituição no dia 22 de julho, às 18:30h, com sintomas de picada de anfíbio, e teria recebido todo o atendimento básico necessário para o caso. Disse também que a instituição solicitou o soro antiofídico ao Município, que tem total responsabilidade de armazenamento do mesmo. Na ausência do soro, houve o acionamento de transporte para transferência, houvera uma negociação entre familiares e responsável médico para manter em observação na paciente na instituição. A mesma teria recebido alta hospitalar às 22hs, após ausência de manifestações sistêmicas, apresentando apenas edema no membro inferior esquerdo. Ao tempo em que lamentamos o ocorrido, nós colocamos à disposição para sanar possíveis dúvidas.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

banner whats 300x95 - Camacan: Delegado Francesco Denis, indicia "médico da Fundação" por homicídio culposo no caso de jovem picada por cobra - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas