×

Tribunal condena pedófilo preso a 39 anos

O crime foi cometido em uma casa na rua Dilson Souza, no bairro de Pernambués.

Pedro Damião Cruz Sena, de 45 anos, que estuprou e matou um menino de 6 anos, no dia 14 de julho de 2014, foi condenado a 39 anos e nove meses de prisão, em regime fechado, por homicídio triplamente qualificado (meio cruel, torpeza e impossibilidade de defesa da vítima) pelo Tribunal do Júri. A setença do júri popular ocorrido nesta segunda-feira, 21, no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador, foi confirmada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).
A tese da acusação foi defendida pelo promotor de Justiça Davi Gallo e acatada pelo Júri, composto por sete pessoas e presidido pelo juiz Álvaro Marques de Freitas Filho. O crime foi cometido em uma casa na rua Dilson Souza, no bairro de Pernambués, para onde o acusado levou a vítima após um passeio no shopping. Após ser estuprada e morta, a criança teve o corpo carbonizado no local.
Na época, vizinhos denunciaram o mau cheiro oriundo da casa, onde foi encontrado o corpo já em estado de decomposição. Pedro Damião – que era foragido da Justiça de São Paulo, onde respondia por estupro e assassinato de uma criança – foi preso em Itabuna e confessou o crime. Ele foi denunciado pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) pela morte da criança. (Rede Brasil de Notícias)

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

  • últimas notícias
  • mais lidas