×

Jovem dá à luz sozinha e abandona bebê em guarda-roupa da casa da bisavó

A jovem e a filha seguem internadas nesta terça-feira (7) e não têm previsão de alta.

A PM informou que foi acionada depois que a idosa ouviu o choro do recém-nascido, abafado pelo guarda-roupa.

Uma recém-nascida foi abandonada pela mãe dentro de um guarda-roupa, momentos após a jovem, de 22 anos, ter dado à luz no bairro de Nova Cidade, em Vitória da Conquista, sudoeste baiano. De acordo com a Polícia Militar, a criança foi encontrada no início da noite de segunda-feira (6), horas depois do parto, que teria sido feito pela própria jovem de 22 anos. A criança estava na casa da bisavó da jovem.

A PM informou que foi acionada depois que a idosa ouviu o choro do recém-nascido, abafado pelo guarda-roupa. Segundo a polícia, a mulher já tem duas filhas e teria abandonado a bebê após descobrir que ela também era uma menina, porque queria um menino. Os militares estiveram na residência junto com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Conselho Tutelar. O bebê foi levado para o Hospital Municipal Esaú Matos.

A mãe da recém-nascida foi localizada pela polícia na casa de um vizinho momentos depois que os militares foram acionados. Segundo a polícia, ela estava nervosa e inicialmente negou que o bebê fosse dela. A jovem também foi levada para o hospital. Só na unidade, ela confirmou que é mãe da menina. Lá, ela passou por procedimentos pós-parto.

Aos médicos, ela contou que fez o parto da criança sozinha. A jovem e a filha seguem internadas nesta terça-feira (7) e não têm previsão de alta. A polícia não soube informar se a família sabia que ela estava grávida. Por meio de nota, o Hospital Municipal Esaú Matos disse que o bebê é prematuro e estima-se que tenha 34 semanas. O estado de saúde dela é estável, assim como o da mãe. A jovem está sendo acompanhada pelo Serviço Social da unidade. (G1)

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

  • últimas notícias
  • mais lidas