×

Itabuna: Morre o professor e radialista Odilon Pinto

O programa De Fazenda em Fazenda com o quadro "Vida na Roça" foi um marco de Odilon na rádio Jornal de Itabuna nos anos 80.

Capturar 4 1 - Itabuna: Morre o professor e radialista Odilon Pinto - o tempo jornalismoCom muito pesar a RBN comunica o falecimento do professor, radialista e ex-ceplaqueano Odilon Pinto, aos 72 anos. A causa da morte foi complicação com diabetes que se agravou nos últimos dias. O velório acontece no SAF e o sepultamento será às 16 horas desta quinta-feira (14). Formado em Letras, doutor em Linguística, Odilon lecionou em escolas públicas e faculdades de Itabuna, além da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). O programa De Fazenda em Fazenda foi um marco de Odilon na rádio Jornal de Itabuna. Com Biro-Biro (operador) dividia a atração que contava ainda com o cordelista Minelvino e o personagem Véi Porfírio.
Daí surgiu o Forró do Mata o Véi, show apresentado em várias cidades da região sempre nos finais de semana. Odilon também levava às lágrimas a ouvintes do campo e da cidade, com o quadro Vida na Roça, que faz parte da vida de muitos grapiúnas. Ele escreveu diversos livros e colunas no Diário Bahia (Coisas da Vida e Usos do Português). Ainda hoje o programa é apresentado na mesma emissora pelo filho dele, Rivamar Mesquita (veja mensagem abaixo. Na foto: Marcos (filho), Odilon e Rivamar (filho)). Nossos sentimentos a família do valoroso profissional. “A vida passa… ditado certo e simples de falar, porém, difícil de aceitar quando perdemos pessoas especiais que fazem parte do passado, presente e contribuíram para nosso futuro.
Ele se foi, foi para eternidade, mais deixou seu legado para milhares de alunos, colegas, ouvintes, conhecidos e desconhecidos, amigos e familiares. Como filho, aprendi muito com ele, aprendi o bastante para me tornar o homem que sou hoje. E com alegria tenho a certeza que ele se foi com o orgulho no peito de dizer, “esse é o meu filho”. Assim como levarei até o fim da minha vida a honra de dizer “Odilon Pinto foi o meu pai”. Adeus meu velho guerreiro, meu grande professor. Obrigado por tudo que fez e que tentou e não conseguiu fazer. Saudades sempre do seu eterno filho. Rivamar Mesquita”.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

banner whats 300x95 - Itabuna: Morre o professor e radialista Odilon Pinto - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas