×

Indígenas pataxós tentam evitar leilão em destino turístico frequentado por famosos na BA

O leilão aconteceu de modo virtual em duas etapas, às 9h e 11h desta segunda-feira (1°). Não há detalhes se o terreno foi arrematado.

Indígenas da etnia Pataxó tentaram evitar o leilão de uma área com cerca de 6 hectares, avaliada em R$ 90 milhões, em Trancoso, distrito turístico de Porto Seguro, no extremo sul da Bahia. A justificativa é de que terreno é habitado por eles há muitos anos.

O leilão aconteceu de modo virtual em duas etapas, às 9h e 11h desta segunda-feira (1°). Não há detalhes se o terreno foi arrematado. A defesa dos indígenas entrou com um pedido de liminar na Justiça Federal, na subseção de Eunápolis, para a suspensão. A medida, no entanto, não foi aceita pelo juiz federal Paulo Baldivieso.

A defesa afirmou também que a área faz parte de uma reserva em processo de demarcação pelo Ministérios dos Povos Indígenas, e que os pataxós ocuparam a região antes das matrículas imobiliárias. Os advogados, contudo, não detalharam há quanto tempo eles vivem no local, nem quantos moradores são.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

  • últimas notícias
  • mais lidas