×

Greve nos hospitais Calixto Midlej e Manoel Novaes começa nesta quarta

A orientação aos pacientes e pais ou responsáveis é para que busquem os serviços do Calixto Midlej Filho e do Manoel Novaes “apenas em casos extremos. 

Calixto 300x169 - Greve nos hospitais Calixto Midlej e Manoel Novaes começa nesta quarta - o tempo jornalismo

 A Santa Casa continua fazendo as gestões junto à Caixa para o recebimento dos valores necessários para a liquidação desses compromissos.

A greve dos mais de 1,7 mil funcionários dos hospitais Calixto Midlej Filho e Manoel Novaes está confirmada para esta quarta-feira (22) diante da falta de pagamento de salário de dezembro e do décimo terceiro salário. Há pouco, a provedoria da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, que mantém os hospitais, confirmou a greve e informou plano de contingência para o período que durar a greve, quando 30% dos funcionários ficarão de plantão. A provedoria informou que está fazendo gestões com a Caixa Econômica Federal para “liquidação do processo de pagamento dos valores necessários para a liquidação do décimo terceiro de 2019 e dos resíduos de parcelas salariais de dezembro”.

A orientação aos pacientes e pais ou responsáveis é para que busquem os serviços do Calixto Midlej Filho e do Manoel Novaes “apenas em casos extremos.  Abaixo, confira a íntegra da nota emitida pela provedoria da Santa Casa.
Nota de esclarecimento da Santa Casa de Itabuna
Diante do indicativo de greve recebido pelo SINTESI e SINDTAE, foi confirmada a deflagração da greve para amanhã (22/01) pelos trabalhadores da nossa instituição. A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna tem feito todas as gestões junto à Caixa Econômica, inclusive reuniões com a participação dos sindicatos e da Superintendência da Caixa, para o conhecimento de todas as etapas da liquidação do processo de pagamento dos valores necessários para a liquidação do décimo terceiro de 2019 e dos resíduos de parcelas salariais de dezembro.
 
A Santa Casa tem estruturada uma operação de contingência para o enfrentamento desse período de greve com equipes mínimas nas áreas assistenciais, bem como o remanejamento de equipes para as áreas mais críticas, visando a garantia da segurança assistencial para os pacientes, para as equipes e para a instituição. Com isso, solicita a compreensão da categoria em uma rápida resolução dessa paralisação com o retorno das atividades à sua rotina normal. A Santa Casa informa ainda que a Unidade de Obstetrícia, onde é referência de atendimentos, também vai entrar em processo de mobilização, reduzindo a sua capacidade de atendimento nessa especialidade.
 
Diante do exposto, a instituição solicita às pacientes demandantes desses serviços que busquem o atendimento, apenas em casos extremos, de forma a compatibilizar essa demanda com a equipe que será oferecida para operacionalizar o serviço. As equipes foram constituídas por um quadro mínimo legal, sendo necessária essa compreensão da população na busca por esses atendimentos. Sendo assim, espera-se que a categoria retorne às suas atividades rotineiras com máxima brevidade. A Santa Casa continua fazendo as gestões junto à Caixa para o recebimento dos valores necessários para a liquidação desses compromissos que deram motivo à greve. (Pimenta.blog)

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

banner whats 300x95 - Greve nos hospitais Calixto Midlej e Manoel Novaes começa nesta quarta - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas