×

Dirigente sindical é investigado por assédio sexual

Entre as vítimas, que até agora somam oito, também estão mulheres sindicalizadas à entidade, que teriam sido assediadas em canteiros de obras.

O Ministério Público do Trabalho na Bahia (MPT-BA) abriu inquérito civil para investigar denúncias de assédio sexual sofrido por funcionárias do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Montagem Industrial do Estado (Sintepav), com sede no bairro de Nazaré, em Salvador.

Entre as vítimas, que até agora somam oito, também estão mulheres sindicalizadas à entidade, que teriam sido assediadas em canteiros de obras. O processo que apura as acusações, recebidas anonimamente pelo MPT-BA em 16 de dezembro, tramita no regime de segredo de justiça.

Entretanto, o presidente em exercício do Sintepav, Irailson Warneaux de Oliveira Gazo, informou que as acusações pesam contra o secretário-geral da entidade de classe, Paulo Roberto da Silva.Conforme Gazo, um inquérito administrativo será aberto, a fim de afastar o dirigente. Antes, porém, as vítimas estão sendo ouvidas, contou ele.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.