×

Carro tomado em assalto em Porto, é incendiado em Itabela

De acordo com moradores, os suspeitos, ainda não identificados, chegaram em duas motos, entraram na residência e anunciaram o assalto.

O assalto ao fazendeiro conhecido por “Mundinho”ocorreu por volta das 7h30m desta terça feira.

O veiculo Fiat Strada, cor zinca e com placas PJA-3627, de Itabela, tomado de assalto na manha desta terça-feira (18/09) de um fazendeiro no inteiro de Porto Seguro a 35 km de Caraíva, foi incendiado pelos marginais em uma propriedade rural a dois Km da cidade de Itabela. As chamas chamaram à atenção de quem passava pela estrada de terra que dar acesso a cidade de Itabela a Trancoso, distrito de Porto Seguro. O veiculo foi consumido pelo fogo em poucos minutos. As policias militar dos 4º Pelotão e a Rodesp estão no local na captura dos marginais que fugiram por dentro de uma plantão de Café.

O assalto ao fazendeiro conhecido por “Mundinho”ocorreu por volta das 7h30m desta terça feira e foi executado por dois homens armados. De acordo com moradores, os suspeitos, ainda não identificados, chegaram em duas motos, entraram na residência e anunciaram o assalto.

Não há registro de feridos durante a ação. Depois de roubar o veiculo um Fiat Strada, cor zinca e com placa PJA-3627 de Itabela, uma moto CG 150, cor preta e com placa PJB-6027 de Itabela, a dupla fugiu rumo à localidade conhecida como “Queimado”, na zona rural do município de Porto Seguro. Ainda segundo familiares das vitimas do assalto, os elementos agrediram as pessoas que se encontravam na residência e no bar da família. Além dos veículos, os marginais robaram três aparelhos celular e um televisor. Na fuga os marginais deixaram para trás uma moto que eles usaram para cometer o roubo. A moto possivelmente roubada. (Giro de Notícias)

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

  • últimas notícias
  • mais lidas