×

Artigo: Dicas para comprar um imóvel em leilão

O leilão tem um edital e você precisa conhecê-lo perfeitamente para obter sucesso. Desde a data, horário, o estado de conservação do imóvel, lance mínimo, quem é o vendedor, os encargos com a documentação e taxas de condomínio, entre outras

ll 300x186 - Artigo: Dicas para comprar um imóvel em leilão - o tempo jornalismo

O leilão tem um edital e você precisa conhecê-lo perfeitamente para obter sucesso: Créditos / Racool_studio, freepik.

Os leilões reservam grandes oportunidades para a compra de imóveis, em sua maioria, com valores abaixo dos praticados pelo mercado. Arrematar um imóvel nessa modalidade de compra é o desejo de muita gente, assim como a realidade daqueles que se mantêm atentos aos leilões.

Comprar terrenos ou encontrar a ocasião perfeita para investir e faturar com a aquisição de uma casa que foi a leilão são ações inteligentes. No entanto, é preciso prestar atenção ao participar do leilão, seguindo as nossas dicas. Leia!

Defina o valor máximo do seu lance

Participar de um leilão de imóveis exige conhecimento da sua situação financeira, uma vez que raramente o imóvel sai pelo preço inicial. Com mais pessoas na disputa, o leiloeiro, “porta-voz” do leilão, anuncia os lances de acordo com a disputa. Por exemplo: se ele sente que a disputa pelo apartamento está acirrada, ele eleva os lances de 5 mil em 5 mil, ou seja, os interessados estão dispostos a ir mais longe.

Em contrapartida, nos casos onde os lances não evoluem com tanta celeridade, o leiloeiro pode ir de 500 reais em 500 reais. Desse modo, com uma disputa mais tranquila, você pode analisar melhor.

Em resumo, não deixe a emoção tomar conta de seus pensamentos, haja com cautela e vá até onde você pode investir.

Conheça o leilão que vai participar

O leilão tem um edital e você precisa conhecê-lo perfeitamente para obter sucesso. Desde a data, horário, o estado de conservação do imóvel, lance mínimo, quem é o vendedor, os encargos com a documentação e taxas de condomínio, entre outras informações pertinentes ao comprador, estão ali.

Um conselho é pedir ajuda a um advogado, que investigará os débitos deixados pelo atual morador, como o atraso nas mensalidades e a falta de pagamento do IPTU – Imposto Predial e Território Urbano.

Outra informação importante do edital: verificar se o imóvel possui outras penhoras. Ao comprar o imóvel no leilão você precisa comunicar ao cartório e registrá-lo o mais breve possível, evitando que ele seja adquirido em outro leilão.

Selecione leilões de imóveis desocupados

A compra do imóvel tem que ser celebrada como uma conquista sua e não se tornar um pesadelo. Escolha imóveis que estão desocupados, evitando os custos com ações judiciais desgastantes para despejo do morador.

Como o imóvel em leilão normalmente é resultado de uma dívida não paga, o banco é quem executa a ação. A instituição pode, inclusive, almejar o repasse do processo de desocupação para o novo proprietário.

Visite o imóvel antes do leilão

Do mesmo modo que você visitaria um imóvel para comprá-lo em uma situação normal, faça ao menos uma visita ao imóvel do leilão. Observe atentamente os detalhes: conservação da fachada, paredes, parte hidráulica, portas e janelas, além de pesquisar sobre a localização do imóvel. Afinal, o bairro e arredores contam muito para a valorização de seu possível futuro patrimônio.

Para garantir a visita sem imprevistos – o atual morador não permitir a sua entrada, fale com o leiloeiro e faça um cadastro.

Controle a pressa

Diferente do imóvel que você compra hoje e vai morar na semana que vem, o leilão demanda de um tempo maior. Em alguns casos, como aqueles em que o morador resiste em sair, é necessário até entrar na justiça.

Ao arrematar o imóvel no leilão, você ganha a famosa carta de arrematação que lhe dá poderes para solicitar a desocupação. No entanto, a chance de o atual morador teimar em não sair poderá resultar em uma disputa judicial.

Mesmo que o imóvel seja seu a partir da conquista no leilão, a sua ocupação pode levar mais tempo. É aí que voltamos ao item dos imóveis desocupados, os quais devem ser a sua preferência.

Os apartamentos à venda em Salvador em um leilão costumam representar um excelente negócio, custando, segundo especialistas, até 40% menos em comparação ao preço do mercado. Isso, é claro, dependendo da disputa entre os interessados.

Fique atento às nossas dicas e participe com segurança do leilão que pode garantir um excelente investimento para você e sua família.

Gostou do artigo? Compartilhe com os seus contatos que merecem saber mais sobre o assunto. Siga também as nossas redes sociais.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Curta Nossa Fan Page

banner whats 300x95 - Artigo: Dicas para comprar um imóvel em leilão - o tempo jornalismo

  • últimas notícias
  • mais lidas