Se você ♥ Bahia, clique em

Oposição admite derrota na votação de denúncia

De acordo com ele, mesmo que todos os deputados considerados indecisos votem com a oposição, o placar pela rejeição do parecer de Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) não deve chegar a 220 votos.

Para enviar a investigação ao Supremo Tribunal Federal (STF), são necessários 342 votos.

O vice-líder da oposição, deputado federal Sílvio Costa (PTdoB-PE), admitiu que não há condições de derrotar o presidente Michel Temer (PMDB) na votação da denúncia por corrupção passiva, marcada para esta quarta-feira (2). De acordo com ele, mesmo que todos os deputados considerados indecisos votem com a oposição, o placar pela rejeição do parecer de Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) não deve chegar a 220 votos.

Para enviar a investigação ao Supremo Tribunal Federal (STF), são necessários 342 votos. Até terça (1º), a oposição ainda dizia ter esperança de vitória. Já os aliados de Temer acreditam que devem ter mais de 270 votos favoráveis ao relatório de Abi-Ackel. Segundo a Agência Brasil, o líder do PMDB, Baleia Rossi (SP), afirmou que, apesar de a sigla ter fechado questão a favor do presidente, seis deputados da legenda deverão votar pela admissibilidade da denúncia.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.