Maia admite dificuldade para aprovar reforma da Previdência: ‘Não tem voto’

O problema não é o dia que a gente vai votar, é quando a gente tem as condições para aprovar.

A PEC já está pronta para o plenário.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), admitiu a dificuldade do governo em aprovar a reforma da Previdência. “Se tiver voto, dá pra votar [a reforma da Previdência] amanhã, mas não tem voto. A PEC já está pronta para o plenário. O problema não é o dia que a gente vai votar, é quando a gente tem as condições para aprovar. Não podemos ter irresponsabilidade de pautar de qualquer jeito e perder”, afirmou, de acordo com o G1. Apesar da dificuldade, o presidente disse que o Planalto não desistiu de colaborar com a votação da reforma no Legislativo. Em reunião nesta quarta-feira (8), foi discutida uma nova versão para o texto da reforma. (Estadão)

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.