Suspeito de matar seis durante chacina em Lençóis é preso

Ele foi encaminhado para a 14ª Delegacia (Barra), onde foi identificado como foragido.

O traficante Tiago Silva de Jesus, conhecido como Gordo ou Monstro, 20 anos, suspeito da morte de seis moradores do Território Quilombola de Iúna, uma área remanescente de quilombo na zona rural de Lençóis, na Chapada Diamantina, foi preso na Alameda Antunes, no bairro da Barra, em Salvador, nesta quarta-feira (25), em posse de drogas. Monstro estava com R$ 1 mil em espécie e cinco porções de cocaína, quando foi abordado por uma guarnição da Polícia Militar.
Ele foi encaminhado para a 14ª Delegacia (Barra), onde foi identificado como foragido. Na unidade, os policiais verificaram que Tiago já tinha um mandado de prisão em aberto por participação na chacina, que ocorreu no início do mês passado. “Ele é novo e perigoso”, afirmou a delegada Carmen Dolores Bittencourt. De acordo com ela, a chacina foi motivada pela disputa do controle da venda de entorpecentes na região de Lençóis.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.