Morre aos 84 anos o ator Herique César

O ator, que faria aniversário nesta quinta-feira (11), tratava de um câncer no estômago e foi internado na unidade na unidade de saúde com um quadro de pneumonia e metástase de carcinoma.

Morreu nesta segunda-feira (8), no Rio de Janeiro, aos 84 anos, o ator Henrique César. A confirmação foi feita pelo filho do artista, Ricardo Nimitz, pelas redes sociais. “Lamento informar a todos que meu querido pai e ator Henrique César acabou de falecer no Rio de Janeiro as 15h15 no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari”, escreveu.

O ator, que faria aniversário nesta quinta-feira (11), tratava de um câncer no estômago e foi internado na unidade na unidade de saúde com um quadro de pneumonia e metástase de carcinoma. Ainda segundo o filho do artista, o velório de Henrique César foi realizado na manhã desta quarta-feira (10), na Capela Histórica do Cemitério Ordem Terceira da Penitência, no Rio. Já a cremação do corpo está programada para as 14h do mesmo dia.

Com uma vasta carreira no teatro, cinema e TV, Henrique César atuou em diversas novelas como “Ilsa” (1964 – TV Excelsior), “Vidas Cruzadas (1965 – TV Excelsior), “A ÚLtima Testemunha” (1969 – Record), “As Pupilas do Senhor Reitor (1970 TV – Record), “O Machão” (1974 – TV Tupi), “Razão de Viver” (1983 – SBT), “Vida Rou bada” (1983 – SBT), além de Bambolê” (1987), “A Viagem” (1994), “O Cravo e a Rosa” (2000), “Cabocla” (2004), “Páginas da Vida” (2006), “O Profeta”, (2006), “Beleza Pura” (2008), “Caras & Bocas” (2009), “Passione” (2010), “Morde & Assopra” (2011) e “Guerra dos Sexos” (2012), na Globo. O último trabalho de Henrique César foi em uma pequena participação em “Babilônia” (2015).

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.