Rodrigo Becão lamenta empate em Goiânia: ‘Não era o que a gente queria’

A lesão quase impediu o jovem atleta de atuar contra o rubro-negro goiano.

No meu modo de ver, fiz uma partida consistente.

O zagueiro Rodrigo Becão, responsável por substituir o capitão Tiago, lamentou o empate em 1 a 1 com o Atlético Goianiense na noite desta segunda-feira (11), em Goiânia. Em sua explicação sobre o duelo, o defensor apontou a diferença na atuação tricolor entre os dois tempos da partida. “A responsabilidade de substituir o capitão é muito grande. No meu modo de ver, fiz uma partida consistente. No que eu pude ajudar, ajudei. Não foi o resultado que a gente queria, mas o futebol não é como a gente quer. Não fizemos um primeiro tempo dos melhores.

Depois da conversa do Preto no intervalo, pressionamos os caras, tentamos. Mas é ter paciência. Bola pra frente”, indicou. Becão também revelou um incômodo no pescoço momentos antes da partida. A lesão quase impediu o jovem atleta de atuar contra o rubro-negro goiano. “O pescoço eu devo aos funcionários do clube, ao doutor, fisioterapeuta, massagista. Era a oportunidade que eu tinha. Toda vez que a oportunidade aparecer darei o meu melhor”, projetou. Próximo da zona de rebaixamento, o Bahia continua a luta para se afastar dos últimos lugares do Campeonato Brasileiro no próximo domingo (17), contra o Cruzeiro, no Mineirão.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.