Vigilância sanitária apreende mais de duas toneladas de alimentos impróprios, em Itabuna

"Os dois estabelecimentos descumpriram normais sanitárias e de higiene”, disse o coordenador do Departamento de Vigilância Sanitária, Antônio Carlos Carvalho, que anunciou uma série de ações de fiscalização para o mês de março.

Vigilância-Sanitária-apreende-mais-de-2-toneladas-de-alimentos-impróprios-Foto-Gabriel-de-Oliveira-2-696x463

Os fiscais também vão intensificar a fiscalização nas distribuidoras e pontos de vendas de água mineral e gás. “Junto aos comerciantes será exigido o credenciamento junto a Vigilância Sanitária

Com mais de 600 estabelecimentos vistoriados nos 29 dias do mês de fevereiro, o Departamento de Vigilância Sanitária (VISA) da Secretaria Municipal de Saúde faz balanço positivo das ações de fiscalização das condições de comercialização de gêneros alimentícios, farmacêuticos e de material de higiene e limpeza, estabelecimentos comerciais e feiras livres de Itabuna. Durante o trabalho foram apreendidos de cerca de 2.300 quilos de produtos impróprios para o consumo humano.

Além disso, a equipe de fiscalização da VISA apreendeu 374 quilos de carne bovina provenientes de abatedouros clandestinos e interditou dois estabelecimentos comerciais, sendo uma mercearia no bairro de Califórnia e uma fábrica de salgados que funcionava inadequadamente no bairro Santo Antônio. “Os dois estabelecimentos descumpriram normais sanitárias e de higiene”, disse o coordenador do Departamento de Vigilância Sanitária, Antônio Carlos Carvalho, que anunciou uma série de ações de fiscalização para o mês de março.
Em parceria com o Ministério Público Estadual – MPE, a equipe intensificará a fiscalização nos centros terapêuticos e de reabilitação de dependentes químicos e academias ginástica nos próximos dias. Nesta ação será exigido o cumprimento da determinação legal para que os centros de reabilitação prestem assistência apenas aos dependentes químicos em tratamento e não a pacientes psiquiátricos. “Além disso, vamos fiscalizar as condições físicas e de higiene desses locais” destaca Carvalho.
“Com relação às academias de ginástica será fiscalizado o cumprimento da legislação que exige no horário de expediente a presença de um profissional de Educação Física”, explicou o diretor do Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde. Ele adiantou que também haverá inspeção de farmácias e drogarias visando o cumprimento da exigência de um farmacêutico-bioquímico para aviar as receitas médicas também no horário de expediente.
Os fiscais também vão intensificar a fiscalização nas distribuidoras e pontos de vendas de água mineral e gás. “Junto aos comerciantes será exigido o credenciamento junto a Vigilância Sanitária, além do selo de qualidade dos vasilhames e da Secretaria Estadual da Fazenda”, disse Antônio Carlos Carvalho. “Além disso os estabelecimentos serão notificados para que não armazenem água e gás num mesmo espaço e nem deixem vasilhames plásticos expostos aos raios do sol, pois há risco de contaminação”, concluiu.

Comentários

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.